18.9.11

uma chuvarada dentro de mim -

“Universos paralelos.
Corações fora de sintonia
Pensamentos distantes
Palavras cruelmente frias...

Mãos que não se tocam
Bocas que não podem sentir
Almas desesperadas
Prontas para desistir

Eles eram um e ao mesmo tempo dois...
Ele partiu primeiro, ela foi logo depois...

Ela deixou uma lágrima
Para provar o quanto sentia
Ele não ofereceu nada
Sorrindo enquanto partia
Restou apenas a agonia
A distância do tempo
E os inimigos secretos
O medo pôs a baixo
Muros que pareciam concretos

Aquele amor desfez com o vento
Sem nenhum encanto ou encantamento
Ela chorou abandonada
Ele não sentia absolutamente mais nada...”

6 comentários:

Simone Lima disse...

Quando dois, que eram um, se separam, é dificil juntar novamente. O tempo e a distância, o medo e a confusão atrapalham a beleza que poderia ser o amor. Tô tentando acreditar, que se for pra ser, tudo vai se encaixar outra vez...

Um beijoo'o, Criis

Winny Trindade disse...

Que lindo, Cris.

Para poetizar o domingo.

Abraço meu.

Produção Sem Roteiro disse...

"(...) Ao mesmo tempo eram dois...", mais não estavam no mesmo contexto, é uma prova que a sintonia é um dos ingredientes mais importantes de uma relação, sem ela é difícil dar certo. Muito bom Seu Blog, Ja to seguindo !! Beijo.

Brenda disse...

Não sei definir o que senti.

Beijoo Criis (:

Mara Ribeiro disse...

Maravilhosooooo!!!
Cai perfeitamente para o meu final de domingo.
Bjo no coração

Luna Sanchez disse...

Às vezes desistir é o que podemos fazer de mais verdadeiro, de mais honesto. Não desiste-se exclusivamente por covardia, desiste-se também por amor.

Sei por mim.

Beijo grande, Cris. Ótima semana.