3.9.11

So que eu acabei mudando.


E foi mudança aos poucos, porque até hoje me dou conta de coisas minhas que já não estão mais lá e, quem roubou, eu jamais vou saber. O sorriso mudou e a vontade de sorrir pra qualquer pessoa também, graças a Deus. Foi por sorrir tanto de graça que eu paguei tão caro por todas as coisas que me aconteceram. Às vezes me pego olhando ao meu redor e vendo tanta menina parecida comigo. Tanto sentimento gritando de bocas caladas e escorrendo de peles secas. Tanta coisa acontece com a gente. Tanta gente passa pela gente, mas tão pouca gente realmente fica. E eu sei que, talvez, eu tivesse que ficar triste. Talvez eu tivesse que continuar secando lágrimas, abraçando o vento e rindo no vácuo, mas o fato é que eu não consigo. Eu não consigo mais ser triste só para mostrar que um dia eu fui - ou achei que tivesse sido - feliz. Aprendi com os meus próprios erros que sofrer não torna mais poético, chorar não deixa mais aliviado e implorar não traz ninguém de volta. Aprendi também que por mais que você queria muito alguém, ninguém vale tanto a pena a ponto de você deixar de se querer. Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas. E em silêncio, que é pra ninguém ter porque se lamentar. Tati B.


Desculpa pessoas, pelo sumiço,
to tentando colocar minha vida em ordem rs,
resolvendo umas coisinhas da facul, procurando um ap novo,
mas o coraçãao, esse ja ta resolvendo tudo por si só :)
to passando por um ótimo momento,
deixando dias de lágrimas e vivendo dias de esperança
e alegrias pequenas , daquelas que tiram um pequeno sorriso dos lábios,
e deixam borboletas no estomago.

Criis .


8 comentários:

Gislãne Gonçalves disse...

Bom sabe que tua fase é boa !

Beijos

André Walker disse...

Como você escreve bem! Estuda o que?
Leu minha mente, praticamente, esse texto diz tudo...


abraço!
take care!

Mara Ribeiro disse...

Muita luz pra esta fase nova.
Bjo no coração.

Thalita Souza disse...

Tem razão,tanta gente passa na nossa vida,deixando saudade ... =/

JoabeNunes disse...

Lindo... Como diria Caio F. "Que seja doce" Bjus...

barbarae disse...

eu amo seus posts.. Não sei porque mais sempre tem algo que eu adoraria ler. Beijos :**

Cleber D. Gräuth disse...

A. Coisas íntimas, sentimentos que levaram, roubaram. O roubo é sem premissão ou uma estatégia do ladrão para roubar. Porque ele não tem e precisava levá-lo consigo por covardia, por falta de ética, por ter a alma pequena.


B. O sorriso ou a resposta que sua natureza está respondendo após o roubo? Um novo sorriso: trasmutação da alegria.

C. A poesia não alivia realmente a dor. Mas um afeto de alegria.


BEIJOS. Caso queira falar comigo: para-si@hotmail.com

Luna Sanchez disse...

Eu jurava que tinha comentado esse post. =\

Força e fé nessa nova fase, mais sorrisos do que lágrimas, mais suspiros do que mágoa.

Beijo, flor.